Redes da Deep Web: Twister – #9

Eis aqui mais um post da série Redes da Deep Web, mas aqui uma rede um tanto quanto diferente à qual gostaria de focar os holofotes. A rede de hoje foi feita por um brasileiro! Isso mesmo, um brasileiro desenvolveu a rede que dá nome à esse artigo. Continue lendo pra entender do que ela se trata e como ela funciona!

Temos um vídeo sobre essa rede, dê uma olhada antes de ler 😉

Twister, a versão p2p do Twitter

Como o nome pode sugerir, a rede em questão é baseada na famosa rede social, twitter. É uma ferramenta de microblogging, tendo seu funcionamento ao end-user exatamente como o do Twitter, tendo como diferencial sua configuração, visto que funciona sobre os nós do Blockchain, a cadeia de Blocos do Bitcoin.

twister

Aplicação em BlockChain

Todos os nós onde o twister busca suas informações, ficam contidos numa corrente de blocos, a mesma do Bitcoin, por esse motivo cada usuário ganha uma chave única, assim como quem minera/troca Bitcoins. O conteúdo dos nós é carregado via torrent, conduta adaptada por um client do Bittorrent, feita à partir de uma tabela de hash’s distribuídas (DHT’s). Isso torna cada usuário tão anônimo quanto a segurança que ele armazenar a sua hash.

O que ele oferece?

  • Liberdade de Expressão: Por ser decentralizado, ninguém poderá te censurar ou impedir que diga qualquer coisa, você será livre para expressar tudo aquilo que pensa, pois sua conta não poderá ser bloqueada;Sem IP:
  • Sem espionagem: A comunicação pode ser feita por meio de mensagem direta, que usa o sistema end-to-end, onde todo o conteúdo só será entregue ao destinatário final, sem possibilidade de interceptação, e a metadata e o usuário serão resguardados por criptografia;http://twister.net.co/
  • Sem IP: Como tudo funciona nos nósFalar o que quiser, quando quiser: presentes nos blockchains e se propaga por meio de torrents, ninguém nunca saberá quando você estiver online, bem como não saberão quem enviou determinado arquivo, pois nenhum endereço será guardado ou salvo em servidor algum, tudo ficará nos nós, disponíveis apenas para uso via p2p, sem metadata do propagador inicial.

Por que usar o Twister?

  • Interface Amigável: Por ser baseado no design do Twitter, possui uma interface simples e conhecida por todos, oferecendo assim todos os seus recursos de uma forma comum à todos, o que facilita na hora de aderir à ela, que é feito sem maiores dificuldades;
  • Mensagens livres, sem interceptação:  Precisa se comunicar com alguém da forma mais anônima e segura possível? Não confia nas redes sociais/apps de mensagens comuns, pois sabe que eles podem muito bem quebrar o sigilo para algum órgão do governo? Então disfrute de mais essa funcionalidade da rede, que permite ainda GRUPOS de mensagens, com a mesma tecnologia da mensagem direta para um único usuário, porém havendo diversos num mesmo lugar;
  • Falar o que quiser, quando quiser: HáFalar o que quiser, quando quiser: redes que permitem a criação de verdadeiros memorandos sobre algo que julga muito errado e que deveria ser revelado à todos, porém em completo sigilo. Pode-se lembrar aqui a WikiLeaks. Mas e se quiser fazê-lo de uma forma banal, levantando coisas que julga da mesma forma, porém que são de menor relevância? Aqui encontra seu lugar, porque acima de tudo, twister é como se fosse uma rede social, porém anônima;
  • Multiplataforma: Atualmente o software já está disponível (em versão beta) para diversas plataformas, bem como android, windows e linux, tomando expansão conforme a comunidade de desenvolvedores vai crescendo com o mesmo;
  • HUE BR: Quando se falam de produtos físicos, sobre comprá-los, é grande o apoio à demanda de produtos nacionais, para impulsionar o mercado do nosso país, correto? Por que não fazê-lo então com softwares também? Sendo esse livre, open source, é ainda maior o incentivo para usá-lo, para que assim cresça a participação do Brasil nos meios anônimos e de expressão livre na web. Apoie essa ideia.

screenshot_timeline1

Gostou? Então entre no site do projeto : Twister | P2P microblogging

Ressalto antes de mais nada, que não é por ser de origem brasileira que ele é todo escrito em Português. Sua interface tem total compatibilidade com nossa língua, porém a documentação e a maioria das discussões acerca do mesmo, bem como o uso dele em si, na rede, é feito em sua totalidade em Inglês, que é usualmente a língua universal.

Gostou? Compartilha com o amiguinho!

Um comentário em “Redes da Deep Web: Twister – #9

Os comentários estão desativados.

Ahhhh :(

Nosso site tem anúncios que ajudam a manter o serviço online e a informação disponível para todos.

Por favor, se possível, desative o AdBlock enquanto estiver aqui com a gente, ok? <3

Muito obrigado!

AdBlock detectado!

Ahhhh :(

Nosso site tem anúncios que ajudam a manter o serviço online e a informação disponível para todos.

Por favor, se possível, desative o AdBlock enquanto estiver aqui com a gente, ok? <3

Muito obrigado!