Hacker descobre rede de pedofilia e entrega a polícia

É muito comum noticiarmos redes de pedofilia na deep web, de ataques a esses tipos de sites, de grupos específicos para o combate a pedofilia na deep web, principalmente na rede TOR. Mas o que não vemos, pelo menos frequentemente é o mesmo tipo de acontecimento sendo exposto no Brasil (não sabemos se foi na deep web), na manhã do dia 20 de Maio foi executada a operação “Hacker do Bem” , nome um tanto clichê já que hacker já seria “do bem” e cracker “do mal” digamos assim…a operação foi coordenada pela Polícia Civil e a pessoa que passou as informações foi um hacker, sem identidade confirmada é claro, ele descobriu a rede dos pedófilos com seus computadores conectados e passou para a polícia.

A delegada da Delegacia da Defesa da Mulher (DDM), Margarete Franco, diz que o hacker identificou e enviou à polícia nove endereços suspeitos. Ela diz que três endereços são de Rio Preto, dois de Bady Bassitt (SP), um de Urupês (SP), um de Américo Brasiliense (SP), um de Jaboticabal (SP), um de Serrana (SP). As três últimas cidades são da jurisdição da polícia de Ribeirão Preto (SP), que dará continuidade à investigação naquela região.

A Justiça emitiu os mandados de busca e apreensão para os lugares, que foram cumpridos na sexta feira (20). “Essa pessoa com conhecimentos específicos e técnicos em informática nos passou toda a informação a respeito de eventuais computadores e usuários da internet que estariam baixando pornografia infantil da internet”, afirma.

Quatro pessoas foram detidas, entre elas um diretor de ensino aposentado de 74 anos e um estudante de medicina de 23 anos, segundo a polícia, os suspeitos baixavam e compartilhavam vídeos e fotos com crianças em uma rede na internet. Os três estudantes detidos pagaram fiança e vão responder ao crime em liberdade porque receberam os vídeos sem compartilhá-los. Já o diretor de ensino aposentado foi preso em flagrante por baixar e compartilhar os vídeos, segundo a delegada. “O aposentado usava um aplicativo que permitia o compartilhamento dessas imagens com outros usuários e, por isso, ele foi autuado em flagrante”.

suspeito-rede-pedofilia
Um dos suspeitos foi levado à DDM para prestar depoimento (Foto: Reprodução/TV TEM
Outras prisões

Dois irmãos, de 28 e 30 anos, foram presos durante a operação em Jaboticabal, também suspeitos de pedofilia. Segundo a Polícia Civil, com eles foram apreendidos arquivos em vídeos e fotos de sexo explícito envolvendo crianças e adolescentes.

Conclusões da nossa equipe

Acreditamos que as pessoas apreendidas, não usavam os devidos softwares para anonimato, o que nesse caso acabou sendo benéfico, pois facilitou o trabalho do hacker em achar suas localizações, com certeza o número de pessoas envolvidas nessa rede é muito maior, pois pesquisas mostram que o Brasil é um país com um grande número de pedófilos, sem contar o número de brasileiros que se mostram interessados por conteúdos de pornografia infantil em nossa página, logo a operação não deve se desmembrar, a busca por esses criminosos deve seguir em frente.

E o que é claro lhe deve ter chamado a atenção era, quais as habilidades que esse hacker possui, uma possivelmente era o Pentest que exige um bom conhecimento em redes e a outra era o conhecimento aprofundado no Kali o sistema preferido dos hackers.

 

Ahhhh :(

Nosso site tem anúncios que ajudam a manter o serviço online e a informação disponível para todos.

Por favor, se possível, desative o AdBlock enquanto estiver aqui com a gente, ok? <3

Muito obrigado!

AdBlock detectado!

Ahhhh :(

Nosso site tem anúncios que ajudam a manter o serviço online e a informação disponível para todos.

Por favor, se possível, desative o AdBlock enquanto estiver aqui com a gente, ok? <3

Muito obrigado!