Investigação revela exército de perfis falsos usados para influenciar eleições no Brasil

Eleições brasileiras foram influenciadas por perfis falsos, afirma BBC Segundo investigação da BBC Brasil, pessoas são pagas para administrar perfis falsos de modo a influenciar diretamente nas eleições do Brasil. A saga de corrupção no Brasil continua com um mais novo capítulo: perfis falsos usados para influenciar as eleições no Brasil. Em recente investigação da BBC Brasil, foi descoberto que pessoas estão sendo pagas para gerenciar perfis em redes sociais. Desta forma, seu amigo virtual do Facebook ou Twitter pode ser uma espécie de “bot”. E vai além: há relatos de pessoas que gerenciam cerca de 20 perfis falsos diferentes.   Evidências do uso de perfis falsos A investigação da BBC Brasil ocorreu durante três meses e, indica, principalmente, que um “exército” de contas virtuais falsas foi usado por uma empresa do Rio de Janeiro nas eleições de 2014. Além disto, um jovem relatou ganhar R$ 1,2 mil por mês para controlar diversos perfis fakes. Segundo o rapaz de 18 anos, ele postava atualizações de status comuns: “Estou com muita fome”, por exemplo. Essa estratégia era usada para o perfil parecer mais “humano” e menos óbvio. A estratégia usada aqui é semelhante àquela usada por russos nas eleições americanas, podendo existir no Brasil desde 2012. Quatro ex funcionários da empresa do Rio foram entrevistados, e, com a ajuda deles, foram identificados 13 políticos que teriam se beneficiado com o uso desses perfis. “Ou vencíamos pelo volume, já que a nossa quantidade de posts era muito maior do que o público em geral conseguia contra-argumentar, ou conseguíamos estimular pessoas reais, militâncias, a comprarem nossa briga. Criávamos uma noção de maioria“, diz um dos ex-funcionários entrevistados. “Os ciborgues ou personas geram cortinas de fumaça, orientando discussões para determinados temas, atacando adversários políticos e criando rumores, com clima de ‘já ganhou’ ou ‘já perdeu’“, afirma Fábio Malini, coordenador de pesquisas do Laboratório de Estudos sobre Imagem e Cibercultura (Labic) da UFES. Ainda segundo Malini, os ciborgues, que são a evolução dos bots, se utilizam do “comportamento de manada“.     Legião de mentiras Ainda segundo os entrevistados, em 2012 o empresário carioca Eduardo Trevisan, que é proprietário da Facemedia, teria iniciado a mobilização de um exército de perfis falsos. A empresa, que é registrada como Face Comunicação On Line Ltda contratou cerca de 40 pessoas em todo o Brasil. O objetivo era atuar em campanhas políticas. O empresário negou que a empresa tinha este foco: “Nós fazemos monitoramento e rastreamento de redes sociais”, afirmou Trevisan. Ele possui, ainda, uma página chamada “Lei Seca RJ“, que possui mais de 1 milhão de seguidores e ajuda motoristas a “driblarem” as blitzes do Rio de Janeiro. Políticos envolvidos no caso Dentre os 13 políticos identificados estão o presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE) e os senadores Aécio Neves (PSDB-MG) e Renan Calheiros (PMDB-AL). Mostrando comportamentos diversificados, os perfis falsos elogiavam, por exemplo, Aécio Neves durante os debates de 2014. Quanto a Renan Calheiros, foi criada uma hashtag: #MexeuComRenanMexeuComigo, que visava defender o Senador daqueles que pediam o impeachment. Por fim, houve divulgação de votos para divulgação positiva de Eunício Oliveira: “Vou com 15. Melhores propostas”. Identificando os fakes Os especialistas do caso levaram em consideração: uso de fotos comprovadamente falsas ou roubadas; mensagens publicadas através de ferramentas externas ao site; padrão de mensagens rotineiras; publicações feitas somente durante horários convenientes; agressões ou apoio exagerado a determinados candidatos e, também, coincidências em relação a ativação e desativação de vários perfis no mesmo horário.

Ler mais

Rússia quer criar Internet independente, fora do alcance dos EUA

A Internet é um emaranhado de informações e nos dias de hoje, quem domina a informação, detém o poder. Isso

Ler mais

Vulnerabilidade do Tor permitia que seu IP fosse revelado. Atualize seu navegador!

De acordo com o pesquisador de segurança Filippo Cavallarin, a vulnerabilidade está presente no Firefox e não no sistema de

Ler mais

Site na ZeroNet hospeda arquivos vazados da NSA

The Snowden Files. Trata-se de um site hospedado numa rede de Nível 2 na Deep Web, a ZeroNet. Onde todos

Ler mais

Jornal norueguês revela que a polícia australiana estava no comando do site de pornografia infantil Childs Play por 11 meses

O maior jornal norueguês revelou que a polícia australiana secretamente dirigia um grande site de pornografia infantil. O Jornal descobriu

Ler mais

Operação prende comerciantes e clientes da DarkNet

Um homem sem nome de 24 anos foi preso na Espanha por lidar com armas na Deep Web. Sua prisão

Ler mais

Governo Federal quer censurar sua liberdade de expressão durante as eleições

Durante a madrugada de hoje (05/10/17), o deputado Aureo (SD/RJ) inseriu uma emenda na votação da reforma política que estabelece

Ler mais

A Operação Globalmente Coordenada que derrubou Alphabay e Hansa Market

Em 20 de julho, “após uma operação globalmente coordenada” entre as agências de aplicação da lei em todo o mundo,

Ler mais

Administrador da Alphabay é encontrado morto na prisão em Bangkok

Administrador da Alphabay é encontrado morto em 5 de julho, a Royal Canadian Mounted Police realizou incursões em vários locais

Ler mais

O que aconteceu com a Alphabay?

Recentemente o maior mercado negro (atualmente) na Deep web saiu do ar, o Alphabay, e em meio a especulações de golpe no

Ler mais

ISIS e a Deep Web: Terroristas usam Tor para se conectar com ISIS

Os antecedentes e os perfis dos terroristas ligados à Ponte de Londres e o ataque ao Mercado de Municípios ainda

Ler mais

Conheça a nova versão do sistema operacional Tails

Já havíamos falado sobre o Tails anteriormente e você pode ler aqui, o Tails é um SO (Sistema Operacional) gratuito

Ler mais

Ahhhh :(

Nosso site tem anúncios que ajudam a manter o serviço online e a informação disponível para todos.

Por favor, se possível, desative o AdBlock enquanto estiver aqui com a gente, ok? <3

Muito obrigado!

AdBlock detectado!

Ahhhh :(

Nosso site tem anúncios que ajudam a manter o serviço online e a informação disponível para todos.

Por favor, se possível, desative o AdBlock enquanto estiver aqui com a gente, ok? <3

Muito obrigado!